Cervejas artesanais brasileiras

Ad Blocker Detectado

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Cervejas artesanais brasileiras

O mercado de cerveja artesanais no Brasil é um que não para de crescer. Com o aumento do interesse pela cultura e consumo de cerveja, novos produtores criam os seus próprios rótulos, que acabam competindo com os já famosos rótulos artesanais alemães e belgas que já estamos acostumados. Apesar das cervejas estrangeiras levarem a fama de mais tradicionais, as brasileiras têm, aos poucos, ganhado a preferência dos consumidores na hora da compra.

Essa variedade de rótulos brasileiros, faz com que sejamos bombardeados com opções de cervejas artesanais quando vamos escolher um rótulo no supermercado. Então para você não ficar mais na dúvida por onde começar, aqui estão algumas das principais cervejas artesanais brasileiras disponíveis para você experimentar.

Morada Hop Arabica

Para começar a nossa lista, temos uma pale ale brasileira com teor alcoólico bem baixinho, de apenas 5%. A Morada Hop Arabica tem uma coloração que lembra o cobre, não muito diferente da maior parte das cervejas artesanais, e a sua harmonização é perfeita com carnes vermelhas. Essa cerveja cai muito bem com com carnes grelhadas e assadas, queijos e molho barbecue por isso acompanha um bom hambúrguer. Outras opções de prato para harmonizar são feijoadas ou a carne de porco.

Colorado Ithaca

A seguir, temos uma opção perfeita para quem curte uma boa cerveja preta. Essa imperial stout é preparada com malte, lúpulo e rapadura queimada, com uma cor de café e teor alcoólico um pouco mais elevado, de 10,5%. O segredo para a sua harmonização está nas carnes de caça e nos queijos mais maduros, assim como presuntos ou, até mesmo, com doces caramelizados, entre os quais podemos citar o crème brûlée e o pudim de leite.

Morada Double Vienna

Com a cor âmbar, essa vienna larger brasileira possui uma concentração alcoólica de 7,6%. As possibilidades de harmonização com esse rótulo são infinitas, devido à grande variedade de opções com as quais ele combina. Entre as ideias de harmonização, podemos citar desde opções mais básicas, como amendoim, batata frita e castanha do caju, até pratos mais requintados, como casquinha de siri, acarajé, vatapá e peixe frito. Além disso, você também pode sempre apostar em carnes vermelhas e queijos para não errar.

Tupiniquim Polimango

Com um nome desses, essa cerveja só podia ser brasileira, não é? Mas apesar do nome típico, ela é feita em parceria com uma cervejaria belga. Na sua receita, leva ingredientes inusitados como farinha de polenta e algumas frutas cítricas para os aromas. De cor âmbar e teor alcoólico de 9,5%, essa imperial IPA combina muito bem com pratos mais fortes, como curry, chutney de manga e tomate, carpaccio e, para finalizar, salmão com manga.

Bodebrown Cacau IPA

Para fechar essa lista com chave de ouro, temos uma american IPA com uma concentração alcoólica de 6,1%, que é produzida em parceria com uma cerveja americana. Na sua receita, leva um pouco de cacau, que garante a ela uma cor de cobre, e torna essa cerveja perfeita para harmonizar com receitas mais doces, como bolo de cenoura com calda de chocolate.

Leave a Reply